domingo, 17 de janeiro de 2016

UMA PALAVRA SOBRE A MARCHA PARA SATANÁS

“Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” (Tiago 4:7)


Pr. Cleber Montes Moreira


Hoje, dia 17 de janeiro de 2016, ocorre, em pelo menos 15 cidades brasileiras, a Marcha para Satanás. Nestes últimos dias li muitas postagens na internet, percebi muito espanto, gente indignada, revoltada, amedrontada etc. Há campanhas de orações ocorrendo por todo o Brasil.

O diabo está trabalhando. Ele está fazendo a sua obra. Ele e muitos que militam pelo reino das trevas. Mas, eu não me espanto. O que me preocupa não é o que o inimigo anda fazendo, mas sim o que os crentes não fazem. Se as trevas estão cobrindo o Brasil é porque a luz não está brilhando, se a sociedade está se deteriorando é porque o sal não está exercendo sua função. Satanás está trabalhando, e muito, e a igreja está se abdicando de sua missão de pregar o evangelho. A igreja se esqueceu de que tem uma mensagem transformadora e passou a promover entretenimentos, shows, movimentos etc. As lâmpadas dos crentes estão apagadas. O amor pelas almas se esfriou. Muitos se conformaram com este mundo. Até a tal Marcha para Jesus é um evento de entretenimento. Como disse certo escritor, referindo-se à marcha dos crentes: “Quem é de Jesus não marcha, caminha.” É fato que há muita gente, talvez a maioria, que participa da Marcha para Jesus, mas que não anda com Ele no dia a dia.

Os gays fazem a “Parada Gay”, os militantes do diabo fazem a “Marcha para Satanás”, os “gospel” fazem a “Marcha para Jesus”, e a igreja faz o que? Estamos num Estado laico e democrático no qual as liberdades ainda são preservadas. Cada um faz o que quer. O que me incomoda é o que igreja não faz.

Outra coisa a observar é que a Marcha para Satanás é um movimento visível, orquestrado por hostes invisíveis do mal. É um movimento materializado, que se percebe. Entretanto, este reino das trevas age de outras formas muito mais perigosas. Ele milita na política, dita comportamentos e cria regras sociais, se infiltra nas igrejas, ataca as famílias de diversas formas, inclusive por meio da mídia, e eu não vejo tanta gente preocupada com isso. Vejo crentes se divertindo com as imoralidades das novelas, dos programas de domingo, do humor pervertido, também se corrompendo nos negócios, e produzindo todo tipo de frutos carnais. Gente que age assim também está marchando pelo diabo, concorda?

O foco do cristão não deve ser o que o diabo faz, mas sim o obedecer a Deus e cumprir sua missão. Se quiser vencer o inimigo, a fórmula é simples: “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tiago 4:7). Não dá pra resistir ao diabo e vencê-lo sem antes sujeitar-se a Deus.

Esqueça, por um pouco, do que o diabo anda fazendo e preocupe-se com o que você deve fazer como crente. Se agir, como um verdadeiro cristão, estará dando sua colaboração para que “as portas do inferno” não prevaleçam contra a Igreja de Cristo (Mateus 16:18). Pense nisso!

2 comentários:

  1. A Verdade Em Poesia, está a tentar visitar a todos os seus seguidores,
    para deixar abraço amigo e agradecer por termos ficado juntos mais um ano,
    desejar também que este ano lhe traga muitas alegrias, e grandes vitórias.
    Atenciosamente. António.
    PS. tive de seguir outra vez porque estava sem foto, ou sem endereço.

    ResponderExcluir
  2. Prezado colega. Parabéns pela lucidez deste comentário. Como pastores precisamos levar às nossas ovelhas o discernimento que lhes falta. Concordo com essa posição pois, precisamos nos preocupar em sermos verdadeiros crentes no Senhor num mundo que jaz no maligno. Abraços.
    Pr. Simey

    ResponderExcluir