sábado, 23 de julho de 2011

CRIANÇA POESIA

Em teu meigo olhar de criança
retoma à sua forma a poesia,
já quase esquecida e sem lembrança
rimando amor, ternura e simpatia.

Teu sorriso, quem viu jamais esquece;
criança alegre e inocente...
Quem te olha, na beleza entretece,
com seu ar infantil saliente.

Rainha das “artes”, levada,
por suas travessuras amada.
Um dia vai ser grande, gente adulta,
mas tua imagem estará além das molduras.

O tempo não vai te apagar.
Quando for grande, inda será criança,
de coração puro, pronto para amar,
falando ao mundo em poesia e esperança.

Escrito em 07 de junho de 1994, dedicado à pequena Marcelle, irmã de Michelle e filha de Elaine, que conheci no Frande, em Angra dos Reis, e que hoje não sei por onde anda.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário