Mostrando postagens com marcador Missões. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Missões. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

UMA PALAVRA CRUZADAS INTERNACIONAIS EM ITAPERUNA

Uma palavra sobre Cruzadas Internacionais, realizada em Itaperuna e região entre os dias 21 e 29 de setembro de 2013.

UMA PALAVRA CRUZADAS INTERNACIONAIS EM ITAPERUNA

Pr. Cleber Montes Moreira

Foi uma semana abençoada a da etapa de execução de Cruzadas Internacionais. Tivemos a participação de 65 missionários brasileiros, uruguaios, chilenos e paraguaios, além do reforço de 9 irmãos da Sétima Igreja Batista de Campos, liderados pelo Pastor Camilo Fernando de Caldas que, espalhados pelas 20 igrejas da região, sendo duas de Minas Gerais, partilharam o evangelho nas ruas, casas, igrejas, escolas etc, anunciando o amor de Deus e o Plano de Salvação. A mensagem de que “Deus não desistiu de você” ecoou por todos os cantos das cidades alcançadas por nossos Cruzadistas. Os números, ainda provisórios, desta Cruzada são: 1.219 visitas, 1.086 decisões, 91 reconciliações e 673 pedidos de estudos bíblicos.

Nossa Cruzada não terminou no dia 28 de setembro, quando de nosso “Culto da Vitória”. Na verdade o trabalho mais intenso se inicia agora com a Conservação de Resultados. Necessitamos de irmãos que ajudem na realização dos estudos bíblicos e no discipulado dos novos crentes. Se você deseja cooperar, ajudando na integração daqueles que disseram “sim” a Jesus, por favor, entre em contato o mais rápido possível com a secretaria da igreja para que possamos envolvê-lo neste árduo porém gratificante trabalho. Deus conta com você e quer usá-lo neste sentido.

Deixamos aqui registrado nosso agradecimento a todos que colaboraram para a realização desta etapa de nossa Cruzada: Staff de Cruzadas Internacionais; Membros do Comitê Geral; dos Comitês das Igrejas Locais; pessoas que disponibilizaram tempo para visitas, veículos para transporte, que ajudaram na cozinha, na hospedagem e em todo tipo de trabalho. Todos foram valorosos e importantes para que chegássemos até aqui, com resultados tão expressivos.

Peço àqueles que tiveram alguma experiência marcante que compartilhem conosco, de preferência por escrito. Será de grande valia. Seu texto pode ser entregue na secretaria da PIBI ou por e-mail.

Peço ainda que orem pelos missionários que estiveram conosco, pelos seus familiares e suas igrejas, pelos membros do Comitê Geral e dos Comitês locais, bem como por todas as igrejas envolvidas, mas, especialmente, por aqueles que entregaram suas vidas a Jesus, para que permaneçam firmes neste propósito de servir a Deus.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

PROJETO SERVO/2009 - PARANÁ

PARTICIPE DO PROJETO SERVO/2009, NO PARANÁ:



INSCRIÇÕES,EM: http://www.batistasparana.org.br/servo/ficha.htm

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Realizado no Paraná o Projeto Servo 2008



O Projeto Servo é promovido pelo Departamento de Missões da Convenção Batista Paranaense e conta com voluntários que se disponham a levar a mensagem do Evangelho de forma integral e contextualizada ao povo paranaense, bem como apoiar e fortalecer o trabalho de pequenas igrejas, congregações e frentes missionárias no Estado, no período das férias.

Em 2008, o Projeto Servo aconteceu entre os dias 12 e 27 de julho, na região dos Campos Gerais, nas cidades de Castro, Guarapuava, Ortigueira e Ponta Grossa.

No dia 12 de julho, na Igreja Batista Rio Verde, em Ponta Grossa, os Servos se reuniram para receber treinamento e participar do culto de abertura, que contou com brilhantes participações da igreja local, de igrejas da região e as presenças da missionária Valdira Olah, coordenadora do Projeto, pastor Atnônio Kukul, coordenador da Associação Batista dos Campos Gerais, pastor Daniel Eiras, Diretor de Missões Estaduais, e pastor Hilquias da Anunciação Paim, Diretor Geral da Convenção Batista Paranaense e orador da noite.

Tive o privilégio de fazer parte da equipe que trabalhou na Igreja Batista do Parque, no bairro N. S. das Graças, em Ponta Grossa. Também tive a oportunidade de pregar em outras duas igrejas: a Igreja Batista Verdade, também em Ponta Grossa, e na Primeira Igreja Batista de Telêmaco Borba. Em todos os lugares fomos bem recebidos por um povo alegre e hospitaleiro.

Na Igreja Batista do Parque realizamos recenseamento no bairro, abordagens nas ruas, marcamos e realizamos estudos bíblicos nos lares, cultos nas igrejas e nos lares, evangelização de crianças e, junto com o Projeto Vida, ação social e impacto evangelístico nas praças. A Igreja Batista do Parque é, na verdade, uma congregação filha da Igreja Batista Rio e conta com o apoio de Missões Estaduais. Desde fevereiro o trabalho é liderado pelo pastor Yvani, sua esposa Suely e os filhos André e Sara. Eles necessitam de nossas orações.

No bairro existem muitas crianças, por isso o evangelismo infantil obteve um ótimo resultado. Realizamos EBF com a participação de muitas crianças.

O resultado final do Projeto Servo, em números, foi o seguinte: 834 casas recenseadas; 369 evangelismo pessoal; 13.066 folhetos distribuídos; 955 crianças foram alcançadas com o evangelismo infantil; 113 visitas realizadas nos lares, hospitais etc.; 29 cultos realizados nas igrejas, com 113 visitantes; 34 cultos realizados nos lares, com 200 visitantes; 195 lares abriram suas portas para receberem estudos bíblicos; do total de estudos bíblicos realizados, as equipes do Projeto Servo concluíram 85, sendo que cada um dos participantes recebeu, como prêmio, um exemplar da Palavra de Deus, durante o culto de encerramento; 19 pessoas se manifestaram para reconciliação e 452 para receberem a Cristo como Salvador pessoal. Deus seja louvado!

No dia 27 de julho aconteceu, na Igreja Batista do Parque, o culto de encerramento do Projeto, onde estiveram vários visitantes dentre os quais alguns que foram ganhos para Jesus naqueles dias. No momento de despedida houve muita emoção e os corações dos voluntários foram tomados pelo desejo de retornarem às suas cidades e também pela forte saudade que já era sentida.

Mais informações sobre o Projeto Servo podem ser obtidas no site da Convenção Batista Paranaense: www.batistasparana.org.br.

Em julho de 2009 tem mais! Quer participar?


Pr. Cleber Montes Moreira

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Vidas em Ação, em Natividade-RJ


Nos dias 21 e 22 de junho realizamos mais um Vidas em Ação, no campo da SIB de Natividade. Ao chegarmos pela manhã de sábado, os irmãos demonstraram seu carinho, bem como grande expectativa pela ação de Deus naqueles dias. Nossa equipe, como da última vez, era pequena, mas formada por pessoas com amor pelos perdidos e empenho no trabalho.

Durante todo o sábado realizamos visitas evangelísticas com ótimos resultados. O teatro, pela tarde, se apresentou numa praça próxima. Representantes de nosso Ministério do Abraço orientaram os irmãos da SIBN sobre como implantar o Ministério em sua igreja. Pela noite Deus nos abençoou com um culto maravilhoso, quando sua presença pôde ser sentida de uma forma muito intensa. Nosso Ministério de Teatro serviu a Deus com apresentações bem evangelísticas que tocaram profundamente nos corações. As mensagens pregadas por meio do teatro foram simples, claras e persuasivas.

No domingo o irmão Varlei ministrou o ensino durante a EBD e foi usado por Deus para a mensagem da noite. Durante a tarde houve Ação Social com corte de cabelo, manicure, aferição da pressão arterial, escovação de dentes para crianças, oficina de Libras e outras ações. Voluntários da igreja local, bem como de outras igrejas se apresentaram para prestar seus serviços, ajudando nossa equipe nas suas tarefas. No domingo também houve visitas e muitas pessoas responderam ao apelo para receberem a Cristo como Salvador pessoal, sendo que muitas estiveram presentes por ocasião do culto noturno.

Nosso Ministério com Surdos teve uma participação especial no domingo. Os líderes e demais participantes do Ministério realizaram um trabalho digno de elogios, servindo a Deus com dedicação e empenho. Nossos irmãos surdos participaram do culto da noite, sendo sua participação um atrativo. Durante as visitas perguntávamos: “você já ouviu surdo cantar”, e as pessoas reagiam de forma bem curiosa, como que perguntando: “como pode surdo cantar?”, então as convidávamos para que fossem ao templo saber como era isso. Muitas foram para conferir de perto.

Aos irmãos da PIBI que participaram do projeto, agradecemos e oramos no sentido de que Deus os abençoe ricamente, multiplicando em seus corações a alegria que advém de realizar a missão de pregar o evangelho. Aos que não participaram informamos que perderam uma ótima oportunidade de servir a Deus realizando missões e deixaram de ter experiências maravilhosas. Ao pastor Ronaldo Ferreira de Souza, sua esposa Selma Pacheco de Souza, irmão Thiago Soares da Rocha e sua esposa Thamires França Luquete Rocha, bem como aos demais irmãos da SIBN, registramos nossa gratidão pelo carinho, atenção e cuidados que tiveram para com nossa equipe. Mais uma vez agradecemos ao irmão Paulo Ferreira, membro da igreja CEIFA, por ter participado ministrando uma palestra sobre o alcoolismo. Àqueles que não participaram deixamos o desafio para que participem, no segundo semestre de 2008, do Vidas em Ação que acontecerá na Congregação do Castelo e na Congregação no bairro Pe. Humberto Lindelauf.

A Deus toda honra e glória.


Pr. Cleber Montes Moreira - evangelismo

sábado, 31 de maio de 2008

Realizado o Projeto Vidas em Ação, em Paraíso do Tobias


Nos dias 12 e 13 de abril foi realizado mais um Projeto Vidas em Ação, agora em Paraíso do Tobias, distrito de Miracema/RJ. Esse foi o oitavo projeto realizado pela Primeira Igreja Batista de Itaperuna.

O trabalho contou com a participação de vários irmãos da PIBI e a colaboração dos irmãos José Paulo Ferreira, Cindy de Oliveira Ferreira (da igreja CEIFA), Ruth e Maria Clara Pereira de Souza (da Casa de Oração) e uma equipe da Igreja Batista em Laranjal-MG, liderada pelo seminarista Maicon e esposa. A participação desses queridos irmãos foi fundamental para a realização do Projeto, por isso registramos aqui nossa gratidão. Também agradecemos aos irmãos Everaldo Almenara Cardoso, Pedro Lopes Ladeira e Valmir Carrarine de Freitas, donos das padarias Velasco, Ita e Pão Gostoso, respectivamente, pela doação de pães para lanches durante a realização do evento.

Na ocasião realizamos evangelismo e ação social. O trabalho evangelístico constou de visitas aos lares as quais já tinham sido agendadas pela igreja hospedeira, abordagem nas ruas, pesquisa religiosa, convites para as programações. Foram realizados culto no sábado à noite, EBD no domingo pela manhã e o culto de encerramento à noite. No domingo, por volta das 18h30min, o ministério de teatro realizou uma bela apresentação na praça principal, o que colaborou para que muitos espectadores fossem para o culto da noite. Na ação social realizamos cortes de cabelo, trabalhos artesanais, aferição de pressão arterial, glicemia, pintura de unhas, doação de roupas para distribuição entre pessoas carentes e palestra sobre hipertensão, ministrada pelo irmão José Paulo Ferreira.

Os resultados foram excelentes. Aconteceram 15 manifestações por Cristo durante as visitas e cultos no templo. Muitos dos que receberam a Cristo como Senhor e Salvador em seus lares, foram aos cultos no templo, onde confirmaram suas decisões. Também 55 lares estão abertos para a realização de estudos bíblicos, e outros 56 aguardando visitas por parte da igreja. O povo local é muito acolhedor e receptivo à mensagem do evangelho. A igreja de Paraíso do Tobias tem pela frente muito resultado para conservar e uma colheita abundante. Nossos irmãos precisam de nossa ajuda e orações.

Não poderíamos deixar de registrar o carinho do irmão seminarista Joel Samuel e sua esposa Maria de Lourdes, bem como dos demais irmãos da Igreja em Paraíso do Tobias que nos receberam com carinho tão especial, dando-nos atenção, cuidando de nossa alimentação, de nossa hospedagem e nos acompanhando nas visitas. Aqueles irmãos estiveram conosco todo o tempo, demonstrando amor e carinho até o momento de nosso retorno para Itaperuna.

Aproveitando a oportunidade, deixamos nossos elogios aos irmãos da PIBI que realizaram cada tarefa com entusiasmo e carinho, sabendo que tudo que faziam era para o Senhor, desde aos que trabalharam na ação social, aos que visitaram, aos que abordaram as pessoas pelas ruas e os que trabalharam na música e no teatro com encenações tão comunicativas e evangelísticas. Aos nossos irmãos, parabéns pela dedicação! Esperamos que outros se animem e participem dos próximos projetos. Este ano ainda pretendemos realizar nosso Vidas em Ação no bairro do Castelo, no bairro Pe. Humberto Lindelauf e na cidade de Natividade. Lembramos que esse Projeto já foi realizado em Varre-Sai-RJ, Uberaba-MG, na localidade de Tubiacanga em Natividade-RJ, no bairro do Castelo, no bairro Pe. Humberto Lindelauf (por duas vezes) e na localidade de Águas Claras. Assim a PIBI realiza sua obra missionária, possibilitando aos seus membros o contato direto com o campo, seja em nossa cidade ou em outros lugares.

A Deus, nosso Senhor e Sustentador, toda honra e toda a glória.

Pr. Cleber Montes Moreira.
(Evangelismo)

domingo, 25 de novembro de 2007

Cruzadas Internacionais no Paraguai - 2007

Na manhã do dia 28 de setembro de 2007 partimos de Rio das Ostras em caravana rumo ao Paraguai, para participarmos de Cruzadas Internacionais. A bordo do ônibus 43 irmãos de várias igrejas da Região dos Lagos e Niterói, que se somaram a irmãos de outras caravanas, formando um total de 140 brasileiros. Também participaram irmãos uruguaios, chilenos, bolivianos, argentinos, peruanos e norte americanos. A cruzada aconteceu em todo o país, em mais de 170 igrejas.

Depois do culto de abertura, no domingo, num ginásio de Assunção, os evangelistas foram enviados para as várias regiões do país. Tive o privilégio de voltar mais de 5 horas de viagem para estar na Cidade do Leste, fronteira com o Brasil. Lá fui recebido com muito carinho pelos irmãos da Iglesia Bautista Camino al Cielo, bem como pelo pastor Pedro Delgadillo e sua esposa Epifânia. Pude até brincar com o nome do pastor, dizendo que ele é Delgadillo e eu delgadito. A igreja, na verdade é uma congregação com cerca de uns 15 membros, recém iniciada, num bairro que fica a 8 km do centro. Lá encontrei um povo alegre, animado e receptivo.

Assim como os irmãos da igreja, o povo paraguaio é muito alegre, aberto para ouvir o evangelho e hospitaleiro. Em todas as residências fomos bem recebidos e as pessoas deram muita atenção à exposição da Palavra de Deus. No Paraguai há muita fome espiritual e ao mesmo tempo muita carência de obreiros. Lá atuam vários pastores e missionários brasileiros, mas existem muitas igrejas sem pastores e carência de líderes. Eu digo que é uma terra fértil, onde se planta e se colhe com fartura. Mesmo as famílias tradicionalmente religiosas ouviram atenciosamente o plano de salvação.

Também pude partilhar da cultura daquele país e até aprender alguns de seus costumes. Algo interessante que observei na região é que as pessoas não ficam dentro de suas casas vendo TV; elas colocam cadeiras nos quintais ou nas calçadas, onde se reúnem em família e com vizinhos, para conversar e tomar o tererê ou chimarrão (bebida tradicional). Também comi reviro e pude experimentar a sopa paraguaia. “O Paraguai é o único lugar onde a sopa é sólida”, dizem eles com orgulho. Essa sopa é parecida com a broa brasileira, só que salgada e com alguns ingredientes que dão um sabor distinto. Outra coisa bem interessante é a chipa, cuja pronúncia é ‘tipa’, uma espécie de rosca feita do polvilho da mandioca, assada em forninhos de tijolos. Durante as viagens os ônibus param e as mulheres entram com uma trouxa na cabeça, como se fossem trouxas de roupas, gritando “chipa, chipa, chipa...” E eu pensei que realmente elas fossem lavadeiras, até que vi que tiravam a tal chipa daquelas trouxas. Lá eles usam dois idiomas, o espanhol e o guarany, mas eu não tive problemas pois na fronteira o português é bem compreendido.

O trabalho foi cansativo: visitas nas casas, cultos na sede da congregação, exibição de filme, contatos com novos decididos etc. Por fim houve 36 manifestações por Cristo e uma reconciliação. O resultado geral da Cruzada foi de 15.087 manifestações, inclusas as reconciliações. A congregação manifestou interesse em formalizar um convite para que eu volte ao Paraguai 2008, para participar de batismos e celebração da ceia com alguns desses novos irmãos em Cristo. Isso seria um prêmio da parte de Deus.

Por fim, quero desafiar os irmãos apaixonados por evangelismo para que se programem para que em 2008 possamos participar juntos de alguma Cruzada, ou quem sabe formarmos nossa própria caravana. Os interessados podem me procurar. Em breve será disponibilizado o novo calendário anual de Cruzadas Internacionais.

Pr. Cleber Montes Moreira

Projeto Vidas em Ação na Congregação Batista no Bairro Pe. Humberto Lindelauf - 2006

No dia 12 de outubro de 2006, numa parceria do Departamento de Evangelismo e MCA, foi realizado mais um Vidas em Ação na Congregação Batista do Bairro Pe. Humberto Lindelauf. O Projeto, que já aconteceu em outras cidades como Varre-Sai/RJ, Uberaba/MG, bairro Tubiacanga em Natividade/RJ, e na Congregação Batista do bairro Castelo, em Itaperuna, é um esforço missionário e social realizado por membros da Primeira Igreja Batista de Itaperuna, bem como por simpatizantes de sua obra.

Na ocasião participaram, além de membros da igreja, alunos e professores do SENAC. Foram realizados cerca de 120 atendimentos, beneficiando cerca de 40 pessoas com corte de cabelo, escova, manicure, medição da pressão arterial, orientação e escovação de dentes para crianças e artes manuais. As crianças aprenderam a manipular o pirógrafo e confeccionaram lindos trabalhos em madeira.

Projeto Servo 2006 Mobiliza Igrejas no Paraná para Evangelização e Cooperação

Sob o tema “Entre em Campo Você Também!”, o Departamento de Missões da Convenção Batista Paranaense promoveu, no período de 15 a 30 de julho, o Projeto Servo 2006.

O modelo inicial do Projeto é o das Trans, trabalho realizado pela Junta de Missões Nacionais da CBB, desde 1974. O Projeto Servo 2006, porém, além de mobilizar os crentes de forma integral e contextualizada a diferentes campos, apoiou e ofereceu treinamento à frentes missionárias e pequenas igrejas, segundo a necessidade de cada uma.

Muitas foram as vitórias conquistadas nas 5 cidades alcançadas com o Projeto. Em Guaraniaçu, por exemplo, campo missionário há apenas 3 meses, o evangelho tem sido levado a 25 novos lares, fruto do trabalho realizado. Em Laranjeiras do Sul 54 integrantes do Ministério de Louvor e Ação deixaram como resultados 9 decisões e 19 estudos bíblicos marcados. Em Jacarezinho, além de EBF, cultos e visitas, o Projeto visou a capacitação de líderes na área de ministério infantil e ministério de música, sendo que os alunos de teclado, violão, contra baixo e bateria já começaram a tocar nos cultos. Em Quedas do Iguaçu, a equipe impactou a cidade de tal forma que novas portas se abriram na rádio local e em uma das escolas do município, onde mais de 2000 alunos foram evangelizados durante o Projeto. Na cidade de Prudentópolis o trabalho realizado pelos voluntários e pela equipe do Projeto Sementeira resultou no crescimento da igreja local e na abertura de um novo ponto de pregação no BNH, onde cerca de 30 pessoas já têm participado dos cultos. A Deus nossa gratidão e louvor pela vida de cada um dos 98 voluntários inscritos, sem os quais o Projeto não teria acontecido; pelo investimento e apoio de cada um dos parceiros (Igrejas, FTBP, IGC, CBP), e acima de tudo pela forma como Ele agiu e abençoou o desenvolvimento do Projeto.

O Projeto Servo 2006 resultou na salvação de vidas, na edificação dos crentes e no engrandecimento do Reino de Deus e isso é o que nos desafia e motiva a sonhar com o Projeto Servo 2007, no período de 14 a31 de julho de 2007, e para tanto contamos com sua oração, apoio e participação.

Márcia Santana, coordenadora do Projeto.

Texto extraído do Jornal Batista Paranaense

Cruzadas Internacionais na Argentina - 2005

ARGENTINA, JESUS ÉS LA SOLUCIÓN


Nossa Caravana, composta por irmãos de Rio das Ostras, Cabo Frio, Araruama, São Vicente, Campos e Itaperuna, saiu no dia 20 de outubro de 2005, com destino à Argentina, para chegar na cidade de Salta, no dia 23 à tardinha, após 54 horas de viagem. Naquela cidade tivemos nosso primeiro culto, juntamente com irmãos da Bolívia, Uruguai, Chile e Paraguai. Depois nos dividimos para 23 igrejas e congregações espalhadas por 3 provincias: Salta, Tucuman e Jujuy. Tive o privilégio de trabalhar em Jujuy, capital da provincia com o mesmo nome, junto com os irmãos Jorge Wilson (de Rio das Ostras), Adolfo (de Comodoro Rivadavia, Argentina), Julieta e Nicolas (de Córdoba, Argentina). Foram dias de muitas experiências e resultados expressivos, com mais de 60 decisões e algumas reconciliações. Às vezes as visitas se estendiam pela madrugada; sempre dormíamos tarde e acordávamos muito cedo. A Iglesia Cristiana Evangélica Bautista Horeb, na qual trabalhamos, tem um estilo de culto parecido com o de nossa igreja. Seu pastor, Héctor Juarez, tem um verdadeiro coração missionário. Embora pequena, a igreja me pareceu muito dinâmica e preocupada com a conservação dos resultados.

Dentre as muitas experiências vividas, me chamou muito a atenção quando ao final de um culto num lar de membros da igreja, que teve como resultado nove decisões, pude perceber a dimensão da sede e fome espiritual daquele povo. Uma decidida perguntou: “Pastor, quando será nossa próxima reunião?” Aquele culto foi realizado numa casa humilde, num cômodo sem teto, ao sereno frio, às 10 horas da noite, e é neste lugar que a igreja irá se reunir para estudos bíblicos e conservação de resultados, visando uma nova igreja no bairro Punta Diamante.

Houve um casal da igreja, Gustavo e Gizela, que ganhou vários parentes e conhecidos para Cristo. Falamos aos colegas de trabalho de Gustavo, num restaurante, e cinco pessoas receberam a Jesus. Também a irmã Remy ganhou muitas de suas vizinhas para Jesus. O ardor missionário desses irmãos realmente me impressionou!

Certa noite, quando saíamos para uma visita, tivemos que mudar nosso planejamento. Alguém pedia socorro para uma mulher que estaria possuída. Quando chegamos em sua casa, em frente ao templo da igreja, encontramos uma pessoa oprimida, infeliz e que estava vivendo uma intensa disputa por herança familiar. Sara perdera perdido um irmão, que segundo relatos muitas vezes estivera possesso. Sua sobrinha, filha deste irmão, também havia estado possessa várias vezes. Esta fazia trabalho de bruxaria com a finalidade de obter vantagens na disputa pela herança, tendo se apossado indevidamente da propriedade, objeto da disputa, e realizado vários trabalhos de magia negra na casa. Sara era uma mulher infeliz, mas ao ouvir da maior riqueza, a vida eterna, ela e seu marido Euzébio aceitaram o presente de Deus em seus corações. Sendo donos de restaurante, com muita elegria nos convidaram para almoçar em seu estabelecimento, o que ocorreu dois dias após. Quando retornamos encontramos um cenário bem diferente: estavam alegres, sorridentes e davam testemunho da operação de Deus em suas vidas. Também nos contaram que, de forma repentina, a disputa pela herança havia tomado novos rumos. A sobrinha, sem explicação, deixou de molestar a família, saindo da casa, a qual já teria um inquilino certo. Euzébio fez questão de ir ao culto na igreja para dar testemunho de sua conversão.

Na Argentina vimos muita fome, probreza, mas acima de tudo um povo carente do Pão da Vida. Foram experiências emocionantes, edificantes e animadoras. Não foi uma oportunidade para um passeio turístico, mas uma atividade estritamente evangelística. Agradeçam a Deus comigo, e orem por novos desafios que por certo Deus tem panejado.

No amor de Cristo,

Pr. Cleber Montes Moreira

Vidas em Ação em Tubiacanga, Natividade-RJ - 2005

Texto escrito por: Rosângela Carvalho Ferreira


Quando chegamos em Tubiacanga, em 24 de março de 2005, fomos recebidos por crianças que, espalhadas pelas ruas, ostentavam cartazes de saudações. Foi algo emocionante! Dali por diante sentimos a maravilhosa graça de Deus e o quanto nossa presença seria importante naquela localidade. Tínhamos a responsabilidade de cativar aquelas almas e levá-las a Jesus Cristo, e nesse sentido nos esforçamos, cada um na sua função, com o propósito de falar do amor de Deus, de Sua misericórdia, da Salvação por meio de Jesus.

Durante aqueles dias vivenciamos coisas que, de certa forma, não fazem parte de nossa realidade. É uma comunidade muito carente, principalmente no aspecto material. Foi gratificante constatar que o trabalho que está sendo realizado pela Congregação Batista, há quase 6 meses, está dando muitos frutos.

Nossa equipe de evangelismo foi acessorada por irmãos que, incansáveis, estavam sempre dispostos a nos acompanhar durante as visitas aos lares, e, na distribuição de folhetos.

Os cultos realizados nas noites de sexta a domingo, contaram com a participação de muitos visitantes, os quais ouviram da graça salvadora de Cristo. Durante a visitação aos lares, 16 pessoas se manifestaram por Jesus, como Salvador, e outras 2 no culto de domingo à noite, quando várias outras pessoas foram à frente confirmando as decisões feitas nos lares. A Deus toda honra e glória!

Sentimos, para nossa alegria, o envolvimento total da PIBI. Fomos sustentados pelas orações dos irmãos, abençoados com a liberalidade daqueles que doaram os pães para que pudéssemos preparar o cachorro-quente das crianças, por aqueles que doaram roupas e calçados para o bazar da Congregação Batista de Tubiacanga, por aqueles que contribuíram com 1, 2, 3, 4 ou 5 reais para a compra de pipoca, balas, doces, etc. Nossos jovens demonstraram sua força sendo incansáveis, batalhadores, durante as visitas, o louvor, o teatro, etc. A eles deixamos nossos parabéns!

Nosso hino, composto pela irmã Ábila, que por sinal é lindo, foi cantado pela comunidade. Foi maravilhoso ouvir o povo cantarolando o refrão de nosso cântico oficial.

Nossos jovens que lá estiveram, assumiram o compromisso de prestarem uma assistência, de vez em quando, àquela Congregação. Afinal, se sentiram responsáveis pelo que cativaram.

O Dr. Luciano, João e Rosângela também ficaram de voltar para cumprir parte da agenda que não foi concluída, por falta de tempo.

Por fim, agradecemos a todos quantos colaboraram para a realização de mais esta viagem missionária. Foi gratificante ver os irmãos envolvidos, seja na ação social ou na evangelização. Que Deus a todos retribua.

Cruzada Internacionais no Piauí - 2005

No dia 3 de março de 2005, juntamente com irmãos de Cabo Frio, Rio das Ostras, Macaé, Guarujá, São Vicente e São Paulo, iniciei viagem rumo à cidade de Picos, no Piauí, para participar de Cruzadas Internacionais naquele que é considerado o Estado menos evangelizado do Brasil. No dia 5 pela manhã chegamos na Primeira Igreja Batista de Picos, de onde saímos para as cidades circunvizinhas, para atendermos a 13 igrejas e congregações. Juntamente com as irmãs Nerimar (Cabo Frio/RJ) e Daisy (Guarujá/SP), fui designado para a cidade de Floriano, a terceira maior do Estado e que fica na divisa com o Maranhão. Ali fomos muito bem recebidos pelos irmãos da Igreja Batista Emanuel, com os quais passamos a semana.

Em Floriano realizamos visitas pela manhã, à tarde e à noite, sempre acompanhados por irmãos da igreja, na maioria novos decididos. Foi uma experiência muito edificante ver irmãos novos na fé falarem com ousadia sobre o Evangelho, o poder de Deus para a salvação dos perdidos. Naquela semana a igreja completou 13 anos de organização, e como parte das programações foram realizados batismos na noite de sexta-feira, quando muitos desses novos irmãos se tornaram membros daquela igreja. Foi um testemunho poderoso que deram, diante de outras vidas que ajudaram a ganhar durante a semana. Fiquei muito feliz com o modo daquela igreja envolver os novos crentes em suas atividades. Também quero destacar a receptividade dos irmãos e o trabalho realizado pelo pastor Oséias e sua esposa Julciléa.

Durante nossa passagem por Floriano pudemos falar de Cristo em 111 lares, para 149 pessoas, dentre as quais 42 se manifestaram por Cristo como Senhor e Salvador. Foram decisões voluntárias e conscientes. A igreja assumiu o compromisso de nos enviar relatórios precisos sobre o acompanhamento e integração desses novos decididos, para que em tempo oportuno possamos compartilhar com os irmãos daqui.

No sábado, dia 12, retornamos para a cidade de Picos, quando participamos do Culto da Vitória. Lá fomos informados de que mais de 1.200 pessoas entregaram suas vidas a Jesus e 11 manifestaram o desejo de reconciliar-se com o Salvador. Como não poderia deixar de ser, foi um culto muito alegre e vibrante.

Para o próximo ano, no mês de agosto, está sendo agendada uma nova Cruzada, com a pretensão de alcançar muitas outras cidades do Piauí. Desde já, peço que todos orem por mais esse desafio.

No amor de Cristo,

Pr. Cleber Montes Moreira.