sábado, 13 de maio de 2017

MÃE E FILHA SE REENCONTRAM APÓS 52 ANOS


Com informações da CBN NEWS e Portal Guia-me.

Por ocasião deste Dia das Mães uma história comovente viraliza pelas redes sociais, blogs e sites de informações: “MÃE E FILHA SE REENCONTRAM APÓS 52 ANOS.”

Donna Pavey, quando ainda era bem jovem, foi forçada a entregar sua filha Sharon para adoção e nunca mais a viu até que um milagre aconteceu.

Pavey declarou à agência de notícias ‘KVUE’: “Orei por ela todos dias… seu aniversário chegava todos os anos… Eu a queria comigo, e orei para que ela estivesse com bons pais [adotivos]”.

Algum tempo depois de ter sido separada de sua filha, Pavey se casou e teve mais duas filhas. Nem mesmo sua família a fez desistir ou esquecer de Sharon. Sua busca continuou. Ela manteve seu nome de solteira na esperança de que algum dia pudesse ser encontrada.

O milagre aconteceu: Na semana passada, Sharon Glidden encontrou sua mãe no Facebook e manifestou seu interesse por conhecê-la. Seus pais adotivos haviam falecido há pouco tempo e Sharon descobrira que era adotada. Sua descoberta a fez buscar por sua família sobre a qual, até então. Após contato concordaram em se encontrar em casa de Burnet, outra filha de Pavey, no Texas.
O tempo parecia não passar enquanto as duas esperavam pelo momento tão sonhado. Quando chegou ao local, Sharon  Glidden, ao ver sua mãe, não conteve as lágrimas. Ela a olhou e disse: “Eu te amo”. E o encontro foi selado com um longo abraço que demorou mais de cinquenta para acontecer.

Vendo seus próprios traços biológicos em sua mãe, Sharon disse: “Meus olhos, minha boca”. Mesmo mãe e filha não tendo convivido suas semelhanças são inconfundíveis. O parentesco não precisaria ser confirmado por um teste de DNA, pois estava patente.

Com ar de felicidade e brilho no olhar Sharon disse: “Eu sinto como se estivesse flutuando, é surreal para mim.” E ainda relatou: “Eu me sentia como o patinho feio. Ninguém tinha os pés como os meus, ninguém tinha o polegar como o meu.” Pavey desabafou: “Oh sim, eu estou finalmente respirando mais aliviada.”

Durante o restante do dia a família passou tentando recuperar o tempo perdido e tratando de reconstruir sua história.

Pavey disse que tinha esperanças de encontrar sua filha na eternidade, porém Deus lhe surpreendeu ainda em vida: “Eu sabia que iria vê-la no céu, mas eu nunca sonhei que esse dia viria a acontecer aqui na terra”, disse  emocionada.


Agora elas não querem mais distância uma da outra, e planejam morar próximas em Oklahoma.
Agradecida, Pavey disse: “Quando Deus tem a Sua mão sobre algo, nada pode removê-la”. De fato, quando o Senhor age nada nem ninguém pode impedi-lo; o que Ele se propõe a fazer, o faz independente de qualquer força contrária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário