sábado, 11 de junho de 2011

"SOU MAGRA E LINDA!"

Pr. Cleber Montes Moreira

Esta foi a afirmação de uma jovenzinha, quando numa roda com outros de sua idade, que ouvi sem que ela percebesse. Sua frase, talvez dita em tom de brincadeira, revela qual é o conceito social de beleza feminina: ser bela é ter corpo “sarado”, ter curvas bem definidas, ter pele bronzeada, sem manchas, sem rugas e espinhas, ter cabelos lisos e sedosos, ter olhos claros...

A mídia introduziu na sociedade o conceito de beleza que usa como parâmetro modelos e atrizes, provocando, na maioria das mulheres, uma busca obsessiva pelo que pensam ser o corpo perfeito. As que não conseguem, e são a maioria, se sentem excluídas, indesejadas, desvalorizadas...

Verdade é que as pessoas já não são mais avaliadas por suas virtudes, mas por suas medidas e aparência. Na busca pelo emprego, a beleza tornou-se quesito importante. A mídia televisiva seleciona, por estes critérios, aquelas que aparecem nas telinhas. As revistas, da mesma forma, estampam fotos de mulheres “lindas” e “desejáveis aos olhos”. Beleza e sensualidade viraram produtos para atender ao mercado cada vez mais exigente. Mulher Melancia, Mulher Samambaia, Mulher Morango, Mulher Pera, são apenas alguns “sabores” expostos nas prateleiras deste grande mercado. É a “bundanização” da sociedade!

O conceito bíblico de beleza, no entanto, é outro. Em Provérbios lemos que “A beleza é enganosa, e a formosura é passageira; mas a mulher que teme ao Senhor será elogiada.” (Pv 31.30). O apóstolo Pedro diz: “A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e joias de ouro ou roupas finas. Pelo contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranquilo, o que é de grande valor para Deus” (1ª Pe 3.3-4).

O zelo com o corpo é importante, pois para o crente ele é o templo do Espírito Santo (1ª Co 6.19); é dádiva de Deus e deve ser bem cuidado. No entanto, como crentes, nosso conceito de beleza deve valorizar a virtude interior. Uma pessoa bonita é aquela cujo coração está limpo. Uma pessoa linda é aquela que “tira boas coisas do bom tesouro do seu coração” (Mt 12.35).

“Magra e linda”, nem todas podem ser. Porém, todas podem cultivar a beleza que não passa, que não se esvai em água e sabão, que não é ofuscada pelos anos. Mulher linda é aquela cujo “valor muito excede ao de joias preciosas” (Pv 31.10). E eu te digo, é preciso procurar bem para encontrar!


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.