segunda-feira, 30 de junho de 2008

Vidas em Ação, em Natividade-RJ


Nos dias 21 e 22 de junho realizamos mais um Vidas em Ação, no campo da SIB de Natividade. Ao chegarmos pela manhã de sábado, os irmãos demonstraram seu carinho, bem como grande expectativa pela ação de Deus naqueles dias. Nossa equipe, como da última vez, era pequena, mas formada por pessoas com amor pelos perdidos e empenho no trabalho.

Durante todo o sábado realizamos visitas evangelísticas com ótimos resultados. O teatro, pela tarde, se apresentou numa praça próxima. Representantes de nosso Ministério do Abraço orientaram os irmãos da SIBN sobre como implantar o Ministério em sua igreja. Pela noite Deus nos abençoou com um culto maravilhoso, quando sua presença pôde ser sentida de uma forma muito intensa. Nosso Ministério de Teatro serviu a Deus com apresentações bem evangelísticas que tocaram profundamente nos corações. As mensagens pregadas por meio do teatro foram simples, claras e persuasivas.

No domingo o irmão Varlei ministrou o ensino durante a EBD e foi usado por Deus para a mensagem da noite. Durante a tarde houve Ação Social com corte de cabelo, manicure, aferição da pressão arterial, escovação de dentes para crianças, oficina de Libras e outras ações. Voluntários da igreja local, bem como de outras igrejas se apresentaram para prestar seus serviços, ajudando nossa equipe nas suas tarefas. No domingo também houve visitas e muitas pessoas responderam ao apelo para receberem a Cristo como Salvador pessoal, sendo que muitas estiveram presentes por ocasião do culto noturno.

Nosso Ministério com Surdos teve uma participação especial no domingo. Os líderes e demais participantes do Ministério realizaram um trabalho digno de elogios, servindo a Deus com dedicação e empenho. Nossos irmãos surdos participaram do culto da noite, sendo sua participação um atrativo. Durante as visitas perguntávamos: “você já ouviu surdo cantar”, e as pessoas reagiam de forma bem curiosa, como que perguntando: “como pode surdo cantar?”, então as convidávamos para que fossem ao templo saber como era isso. Muitas foram para conferir de perto.

Aos irmãos da PIBI que participaram do projeto, agradecemos e oramos no sentido de que Deus os abençoe ricamente, multiplicando em seus corações a alegria que advém de realizar a missão de pregar o evangelho. Aos que não participaram informamos que perderam uma ótima oportunidade de servir a Deus realizando missões e deixaram de ter experiências maravilhosas. Ao pastor Ronaldo Ferreira de Souza, sua esposa Selma Pacheco de Souza, irmão Thiago Soares da Rocha e sua esposa Thamires França Luquete Rocha, bem como aos demais irmãos da SIBN, registramos nossa gratidão pelo carinho, atenção e cuidados que tiveram para com nossa equipe. Mais uma vez agradecemos ao irmão Paulo Ferreira, membro da igreja CEIFA, por ter participado ministrando uma palestra sobre o alcoolismo. Àqueles que não participaram deixamos o desafio para que participem, no segundo semestre de 2008, do Vidas em Ação que acontecerá na Congregação do Castelo e na Congregação no bairro Pe. Humberto Lindelauf.

A Deus toda honra e glória.


Pr. Cleber Montes Moreira - evangelismo

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Congresso Mundial de Famílias denuncia a chamada do presidente Lula para se criminalizar a oposição ao homossexualismo

Em resposta à descrição do presidente Lula de que a oposição ao homossexualismo “talvez seja a doença mais perversa impregnada na cabeça do ser humano”, Larry Jacobs, coordenador global do Congresso Mundial de Famílias, disse que o comentário é “tão idiota a ponto de nos deixar sem fôlego”.

“Lula foi muito mais longe do que qualquer outro chefe de estado ao se alinhar aos elementos mais radicais do movimento homossexual internacional”, observou Jacobs. “Agora ele está dizendo que a oposição à perversão é pior do que o racismo, o anti-semitismo ou o impulso totalitário”.

Os comentários de Lula foram feitos na 1ª Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais em Brasília, 5 de junho.

Além de rotular a oposição à radical agenda homossexual como desordem mental, Lula clamou pela criminalização de dita oposição. O presidente brasileiro garantiu à audiência que ele “fará o possível para que a criminalização da homofobia e a união civil sejam aprovadas”.

Jacobs comentou: “Tal sempre foi a meta máxima do movimento homossexual internacional: tornar crime a oposição ao homossexualismo — suprimir a livre expressão e criminalizar opiniões opostas”.

Jacobs chamou o pronunciamento de Lula “um ataque direto à religião e à família”, e prometeu: “As forças pró-família no mundo inteiro farão resistência”.

Título original: World Congress of Families decries Brazilian president’s call to criminalize opposition to homosexuality

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: www.worldcongress.org

Leitura recomendada:

Lula: oposição ao homossexualismo é “doença perversa”

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Video do Vidas em Ação, em Paraíso do Tobias

Momentos especiais do Vidas em Ação, em Paraíso do Tobias (Miracema-RJ), nos dias 12 e 13 de abril.